12 janeiro 2010

Flor de Mãe



Um dia o Alexandre resolveu oferecer uma flor à sua mãe e o que surgiu foi mais uma das suas flores eternas. Em vez de ir à florista onde as flores murcham, substituiu-a pela sedimentação histórica da ferrugem. Toda a flor, vaso e terra, são de ferro, e o botão é em inox, para traduzir o elo imaculado com a mãe.







150 Bigornas
Fotografia Sara Constança

1 comments:

Alexandre disse...

ESta flor está muuuito boa! Adorei ...vou espreitar melhor o resto. BJS Constança Lino